SINDICATO DOS TRABALHADORES DE SERVIÇOS DE PORTARIA, VIGILÂNCIA, LIMPEZA, DOMÉSTICAS E ACTIVIDADES DIVERSAS

AOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS VIGILANTES DA SECURITAS NO CLIENTE Centro Hospitalar Universidade do Algarve (Faro / Portimão / Lagos)

A PARTIR DE 01 DE AGOSTO.2020 A SECURITAS SAI E ENTRA A COMANSEGUR

DE ACORDO COM O ARTº 285 DO CÓDIGO DO TRABALHO SOBRE A NORMA DA “TRANSMISSÃO DE ESTABELECIMENTO”, TODOS OS TRABALHADORES DEVEM PASSAR PARA A COMANSEGUR COM TODOS OS SEU DIREITOS, PODENDO, PORÉM, EXERCER O DIREITO DE OPOSIÇÃO À TRANSMISSÃO – MAS, MUITA ATENÇÃO ÀS POSSIVEIS CONSEQUÊNCIAS NEGATIVAS!

O STAD ALERTA:

NENHUM TRABALHADOR(A) DEVE ASSINAR QUALQUER DOCUMENTO SEM SE INFORMAR PRIMEIRO COM O STAD!

CASO OS TRABALHADORES, NÃO RECEBAM UMA COMUNICAÇÃO OFICIAL DAS DUAS EMPRESAS, OU NÃO TENHAM EXERCIDO POR ESCRITO O DIREITO DE OPOSIÇÃO À TRANSMISSÃO, DEVEM APRESENTAR-SE NO SEU LOCAL DE TRABALHO HABITUAL!

NO CASO DE EXERCEREM O DIREITO DE OPOSIÇÃO, O STAD ALERTA PARA AS POSSIVEIS CONSEQUÊNCIAS NEGATIVAS DESTA OPÇÃO PARA OS TRABALHADORES, SENDO ACONSELHÁVEL QUE CONTACTE PRIMEIRO O STAD PARA QUE SEJA AJUDADO A FAZER A CARTA!

O STAD JÁ SOLICITOU AO MINISTÉRIO DE TRABALHO UMA REUNIÃO COM CARATER DE URGÊNCIA COM A SECURITAS, A COMANSEGUR, O CLIENTE E O PRÓPRIO MINISTÉRIO DO TRABALHO!

LER COMUNICADO AOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS VIGILANTES DA SECURITAS NO CLIENTE Centro Hospitalar Universidade do Algarve (Faro / Portimão / Lagos)

 

AOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS VIGILANTES DA SECURITAS NO CLIENTE, AEROPORTO DE FARO (VIGILÂNCIA ESTÁTICA)

A PARTIR DE 01 DE AGOSTO.2020 A SECURITAS SAI E ENTRA A EMPRESA 2045

DE ACORDO COM O ARTº 285 DO CÓDIGO DO TRABALHO SOBRE A NORMA DA “TRANSMISSÃO DE ESTABELECIMENTO”, TODOS OS TRABALHADORES DEVEM PASSAR PARA A 2045 COM TODOS OS SEU DIREITOS, PODENDO, PORÉM, EXERCER O DIREITO DE OPOSIÇÃO À TRANSMISSÃO – MAS, MUITA ATENÇÃO ÀS POSSIVEIS CONSEQUÊNCIAS NEGATIVAS!

LER COMUNICADO AOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS VIGILANTES DA SECURITAS NO CLIENTE, AEROPORTO DE FARO (VIGILÂNCIA ESTÁTICA)

A TODOS OS TRABALHADORES E TRABALHADORAS VIGILANTES DA RONSEGUR NO CLIENTE C.M LOURES E SIMAR (SERVIÇOS INTERMUNICIPALIZADOS DE ÁGUAS E RESÍDUOS) DOS MUNICÍPIOS DE LOURES E ODIVELAS
A PARTIR DE 1. JULHO.2020, A RONSEGUR SAI DO CLIENTE C.M. LOURES E ENTRA A EMPRESA VMSEGURANÇA
O STAD ALERTA:
NÃO SE DEVE ASSINAR NENHUM DOCUMENTO, NEM DA NOVA EMPRESA QUE SUCEDE NO TEU LOCAL DE TRABALHO(CLIENTE)VMSEGURANÇA, NOMEADAMENTE UM NOVO CONTRATO INDIVIDUAL DE TRABALHO, NEM DA RONSEGUR, ESPECIALMENTE UMA RESCISÃO DO CONTRATO DE TRABALHO, SEM SE INFORMAREM PRIMEIRO COM O STAD, PORQUE

DE ACORDO COM A CLÁUSULA 14ª DO CCT/STAD “SUCESSÃO DO POSTO DE TRABALHO “OU COM O TEXTO DOS ARTIGOS 285º. E 286º. DO CÓDIGO DO TRABALHO SOBRE A “TRANSMISSÃO DE ESTABELECIMENTO “TODOS OS TRABALHADORES DEVEM PASSAR PARA A VMSEGURANÇA COM TODOS OS SEUS DIREITOS, NOMEADAMENTE A EFETIVIDADE (SE A TIVER) E A ANTIGUIDADE!

LER COMUNICADO A TODOS OS TRABALHADORES E TRABALHADORAS VIGILANTES DA RONSEGUR NO CLIENTE C.M LOURES E SIMAR (SERVIÇOS INTERMUNICIPALIZADOS DE ÁGUAS E RESÍDUOS) DOS MUNICÍPIOS DE LOURES E ODIVELAS

AOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS VIGILANTES DA SECURITAS NOS CLIENTES, HOSPITAL DOS CAPUCHOS E HOSPITAL DE SANTA MARTA
A PARTIR DE 01 DE JULHO.2020 A SECURITAS SAI E ENTRA A PRESTIBEL
DE ACORDO COM O ARTº 285 DO CÓDIGO DO TRABALHO SOBRE A NORMA D “TRANSMISSÃO DE ESTABELECIMENTO”, TODOS OS TRABALHADORES DEVEM PASSAR PARA A PRESTIBEL COM TODOS OS SEU DIREITOS, PODENDO, PORÉM, EXERCER O DIREITO DE OPOSIÇÃO À TRANSMISSÃO – MAS,
MUITA ATENÇÃO ÀS POSSIVEIS CONSEQUÊNCIAS NEGATIVAS!
O STAD ALERTA:
• NENHUM TRABALHADOR(A) DEVE ASSINAR QUALQUER DOCUMENTO SEM SE INFORMAR PRIMEIRO COM O STAD!
• CASO OS TRABALHADORES, NÃO RECEBAM UMA COMUNICAÇÃO OFICIAL DAS DUAS EMPRESAS, OU NÃO TENHAM EXERCIDO POR ESCRITO O DIREITO DE OPOSIÇÃO À TRANSMISSÃO, DEVEM APRESENTAR-SE NO SEU LOCAL DE TRABALHO HABITUAL!
• NO CASO DE EXERCEREM O DIREITO DE OPOSIÇÃO, O STAD ALERTA PARA AS POSSIVEIS CONSEQUÊNCIAS NEGATIVAS DESTA OPÇÃO PARA OS TRABALHADORES!

LER COMUNICADO AOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS VIGILANTES DA SECURITAS NOS CLIENTES, HOSPITAL DOS CAPUCHOS E HOSPITAL DE SANTA MARTA

AOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS VIGILANTES DO GRUPO 8 NO HOSPITAL DE SÃO JOSÉ QUE PASSARAM PARA A SECURITAS
NA REUNIÃO REALIZADA NO DIA 19.06.2020, ENTRE O STAD E A SECURITAS O STAD E A SECURITAS CHEGARAM A UM ACORDO SOBRE O CONTRATO INDIVIDUAL DE TRABALHO DOS TRABALHADORES(AS) QUE PASSARAM PARA A SECURITAS NO HOSPITAL DE SÃO JOSÉ

LER COMUNICADO AOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS VIGILANTES DO GRUPO 8 NO HOSPITAL DE SÃO JOSÉ QUE PASSARAM PARA A SECURITAS

 

AOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS VIGILANTES DA EMPRESA GRUPO 8 QUE PASSARAM PARA A SECURITAS NO HOSPITAL DE SÃO JOSÉ:

PORQUE NOS CONTRATOS INDIVIDUAIS DE TRABALHO QUE A SECURITAS ENTREGOU AOS TRABALHADORES DA EMPRESA GRUPO 8 QUE PASSARAM PARA A SECURITAS COM A GARANTIA DA ANTIGUIDADE E EFETIVIDADE, EXISTEM CLÁUSULAS QUE PREJUDICAM OS TRABALHADORES E, POR ISSO, NÃO PODEM=DEVEM SER ASSINADOS O STAD SOLICITOU À SECURITAS UMA REUNIÃO COM CARÁCTER DE URGÊNCIA, QUE, JÁ ESTÁ MARCADA PARA O PRÓXIMO DIA 19.06.2020.

ATÉ LÁ, A ORIENTAÇÃO DO STAD MANTEM-SE:

NENHUM TRABALHADOR DEVE ASSINAR NENHUM DOCUMENTO DA SECURITAS SEM SE INFORMAR PRIMEIRO COM O STAD!

LER COMUNICADO AOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS VIGILANTES DA EMPRESA GRUPO 8 QUE PASSARAM PARA A SECURITAS NO HOSPITAL DE SÃO JOSÉ

stad 3425

 

Sede Lisboa

© 2018 STAD - Sindicato dos Trabalhadores de Serviços de Portaria, Vigilância, Limpeza, Domésticas e Actividades Diversas