SINDICATO DOS TRABALHADORES DE SERVIÇOS DE PORTARIA, VIGILÂNCIA, LIMPEZA, DOMÉSTICAS E ACTIVIDADES DIVERSAS

ALERTA!

O STAD denúncia:

As empresas PSG e 2045 (e o cliente CTT) Faltaram à reunião no Ministério Trabalho para se discutir a mudança de empresa.

Conforme foi transmitido pelo STAD no comunicado nº.85/2021 tudo indica que a empresa 2045 sucederá à empresa PSG no cliente CTT. Assim, de forma a sabermos qual a posição de cada uma das empresas na mudança, ou seja, se as duas empresas garantem que os direitos dos trabalhadores serão assegurados, o STAD solicitou ao Ministério do Trabalho uma reunião com as duas empresas e o cliente, que foi marcada para o dia 4 de Agosto. Porém, surpreendentemente, a PSG e a 2045 (e também o cliente CTT) faltaram à reunião!

Este comportamento é inaceitável por parte destas empresas porque está em causa os direitos dos trabalhadores, especialmente a antiguidade e a efectividade e outros direitos (horário de trabalho de 40 horas semanais, o pagamentos legal de trabalho suplementar, etc.

Não sabemos o que se está a preparar, mas se a PSG e a 2045 estivessem de boa-fé, se não estivessem a esconder qualquer acção contra os trabalhadores (que podem estar a preparar), teriam, normalmente, comparecido à reunião e discutido com o STAD os assuntos dos trabalhadores e assumiriam os direitos (legais) de quem trabalha.

Nenhum(a) trabalhador(a) deve assinar qualquer documento sem consultar primeiramente o STAD porque, para defendermos os nossos direitos, temos que saber muito bem aquilo que assinamos e não devemos assinar nada que nos prejudique.

O STAD vai continuar a acompanhar atentamente a situação e tomará todas as iniciativas que forem necessárias para, com a união de todos os trabalhadores e trabalhadoras vigilantes nos CTT, exigir os nossos direitos e combater qualquer manobra da PSG e da 2045 que nos possa prejudicar.

Ler Comunicado do STAD aos trabalhadores e trabalhadoras vigilantes da PSG / CTT

psg 2045 ctt 007

 

 

A todos os trabalhadores vigilantes (STV – tratamento de valores) Prosegur /Lisboa

CONVOCA-SE UM PLENÁRIO

Vamos eleger democraticamente o (a) nosso (a) delegado (a) sindical para melhor nos unirmos e organizarmos no nosso local de trabalho.

Todos a votar no dia 10 de Agosto de 2021

Local de votação: sede Prosegur / Lisboa – entrada principal
Dia: 10.08.2021 – 3ª feira hora: 06h30 / 07h30 -13h30 / 14h00

Ler Comunicado do STAD aos trabalhadores vigilantes (STV – tratamento de valores) Prosegur /Lisboa

A todos os trabalhadores vigilantes PIR (piquetes intervenção rápida) Prosegur / Lisboa

CONVOCA-SE UM PLENÁRIO

Vamos eleger democraticamente o (a) nosso (a) delegado (a) sindical para melhor nos unirmos e organizarmos no nosso local de trabalho.

Todos a votar no dia 10 de Agosto de 2021

Local de votação: Sede Prosegur / lisboa – sala da vigilância móvel
Dia: 10.08.2021 – 3ª feira - hora: 06h30 / 07h30

Ler Comunicado do STAD aos trabalhadores vigilantes PIR (piquetes intervenção rápida) Prosegur / Lisboa

Quer o Grupo 8, quer a Prosegur já comunicaram ao STAD e aos trabalhadores que vão aplicar a Transmissão de estabelecimento, passando os trabalhadores do cliente EDIA, a partir do próximo dia 1 de Agosto de 2021, para a empresa vencedora do concurso, a Prosegur.

Desta forma, os trabalhadores têm a certeza que entre as duas empresas existe acordo. Ou seja, os seus direitos de efetividade (se existir), de antiguidade e outros, estão salvaguardados.

Ler Comunicado do STAD aos trabalhadores e trabalhadoras vigilantes no cliente Edia / Beja

A Securitas sai e entra a 2045

De acordo com a norma da “transmissão de estabelecimento previsto Código do Trabalho, os trabalhadores devem passar para a 2045 com todos os seu direitos, Podendo, porém, exercer o direito de oposição à transmissão - mas muita atenção às possíveis consequências negativas!

Aguarda-se a divulgação da data do início da transmissão de estabelecimento, até lá, STAD alerta:

  • nenhum trabalhador(a) deve assinar qualquer documento sem se Informar primeiro com o STAD.
  • caso os trabalhadores, não recebam uma comunicação oficial das Duas empresas, ou não tenham exercido por escrito o direito de Oposição à transmissão, devem apresentar-se no seu local de Trabalho habitual.
  • no caso de exercerem o direito de oposição, o STAD alerta para as possíveis consequências negativas desta opção para os trabalhadores, sendo aconselhável que contacte primeiro o STAD para que seja ajudado a fazer a carta!

O STAD já solicitou ao Ministério de Trabalho uma reunião com caráter de urgência com a Securitas, a 2045, o cliente e o próprio Ministério do Trabalho!

O STAD exige que, na mudança de empresa no cliente, sejam salvaguardados os direitos dos trabalhadores

Ler Comunicado do STAD a todos os trabalhadores e trabalhadoras vigilantes da Securitas no cliente Porto de Aveiro

Porto de Aveiro Securitas 2045

 

Pelas informações que foram transmitidas ao STAD e aos trabalhadores que estão no cliente CTT, tudo indica que a empresa 2045 assumirá, a partir do dia 1 de Agosto de 2021, os serviços de vigilância privada neste cliente, a nível nacional. Se esta informação se concretizar, todos os trabalhadores devem passar para a nova empresa com a salvaguarda dos seus direitos, principalmente a efectividade e a antiguidade.

Mas atenção! Para que isso suceda, os trabalhadores não devem assinar nenhum documento, nem da nova empresa que suceda no teu local de trabalho(cliente), nomeadamente um novo contrato individual de trabalho, nem da PSG, a rescisão do contrato de trabalho, sem se informarem primeiro com o STAD.

O STAD já tomou as seguintes iniciativas:

• solicitou ao ministério do trabalho uma reunião com carácter de urgência com a PSG, a 2045, o cliente e o próprio Ministério do Trabalho;

• solicitou informações à administração do cliente CTT;

• solicitou informações à empresa PSG.

Exigimos que na mudança de empresa no cliente, sejam salvaguardados os direitos dos trabalhadores, principalmente a efetividade e a antiguidade.

Ler Comunicado do STAD a todos os trabalhadores e trabalhadoras vigilantes da PSG no cliente CTT

PSG 2045

Aos trabalhadores e trabalhadoras vigilantes do Grupo 8 no cliente Edia / Beja
(Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas do Alqueva)

A partir de 01 de agosto de 2021 o Grupo 8 sai e entra a Prosegur.

De acordo com a norma da “transmissão de estabelecimento”, prevista no Código do Trabalho, os trabalhadores devem passar para a Prosegur com todos os seu direitos, podendo, porém, exercer o direito de oposição à transmissão.

Mas, muita atenção às possíveis consequências negativas.

O STAD alerta:

• Nenhum trabalhador(a) deve assinar qualquer documento sem se informar primeiro com o STAD.

• Caso os trabalhadores, não recebam uma comunicação oficial das duas empresas, ou não tenham exercido por escrito o direito de oposição à transmissão, devem apresentar-se no seu local de trabalho habitual.

• No caso de exercerem o direito de oposição, o STAD alerta para as possíveis consequências negativas desta opção para os trabalhadores, sendo aconselhável que contacte primeiro o STAD para que seja ajudado a fazer a carta.

Ler comunicado do STAD aos trabalhadores e trabalhadoras vigilantes do Grupo 8 no cliente Edia / Beja

GRUPO8 PROSEGUR

Sede Lisboa

© 2018 STAD - Sindicato dos Trabalhadores de Serviços de Portaria, Vigilância, Limpeza, Domésticas e Actividades Diversas