SINDICATO DOS TRABALHADORES DE SERVIÇOS DE PORTARIA, VIGILÂNCIA, LIMPEZA, DOMÉSTICAS E ACTIVIDADES DIVERSAS

Iremos apresentar-nos à mesa de negociações, na próxima terça-feira, 25 de Maio, no Ministério do Trabalho, com espírito dialogante mas sempre intransigente no cumprimento da Lei e do respeito pelos direitos dos trabalhadores vigilantes.

A Luta é o caminho se, por responsabilidade da 2045, a reunião no Ministério do Trabalho for infrutífera.

Concentrações de Protesto, 27 de Maio, 5ª feira, das 10h00 às 12h30

  • Lisboa: Junto ao Hospital da Luz, na Avenida Lusíada

  • Porto: No Hospital da Luz, junto ao Arrábida Shoping

O STAD exige que, no cliente Hospital da Luz, a mudança de empresa da ESEGUR para a empresa 2045 salvaguarde os direitos dos trabalhadores (principalmente a efetividade e a antiguidade) e que não se eliminem direitos nem se imponham exclusividades!

Exigimos:

  • A aplicação da norma legal da transmissão estabelecimento!

  • O direito ao local de trabalho com direitos!

  • Os nossos direitos na sucessão de empresas no cliente!

LER COMUNICADO DO STAD AOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS VIGILANTES DA ESEGUR NOS HOSPITAIS DA LUZ

Hospital da Luz Lusíada Porto

Já está marcada pelo Ministério do Trabalho a reunião requerida pelo STAD: dia 25/5/2021, com a Esegur e a 2045.
Na reunião, o STAD vai continuar a defender que todos os Trabalhadores Vigilantes da Esegur passam para a 2045 com todos os seus direitos, conforme o CCT/STAD (antiguidade, efetividade, horário de trabalho, salário, subsídio de alimentação, entre outros direitos) e recusará firmemente qualquer perda de direitos, exclusividades, etc.
A LUTA CONTINUA- VENCEREMOS!189126622 118695160369897 6766949455603580918 n

AOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS VIGILANTES

DA

ESEGUR NO CLIENTE, HOSPITAL DA LUZ

A PARTIR DE 01 DE JUNHO.2021 A ESEGUR SAI

E ENTRA A EMPRESA 2045

DE ACORDO COM O ARTº 285 DO CÓDIGO DO TRABALHO SOBRE A NORMA DA “TRANSMISSÃO DE ESTABELECIMENTO”, TODOS OS TRABALHADORES DEVEM

PASSAR PARA A 2045 COM TODOS OS SEU DIREITOS, PODENDO,

PORÉM, EXERCER O DIREITO DE OPOSIÇÃO À TRANSMISSÃO – MAS,

MUITA ATENÇÃO ÀS POSSIVEIS CONSEQUÊNCIAS NEGATIVAS!

O STAD ALERTA:

  • NENHUM TRABALHADOR(A) DEVE ASSINAR QUALQUER DOCUMENTO SEM SE INFORMAR PRIMEIRO COM O STAD!

  • CASO OS TRABALHADORES, NÃO RECEBAM UMA COMUNICAÇÃO OFICIAL DAS DUAS EMPRESAS, OU NÃO TENHAM EXERCIDO POR ESCRITO O DIREITO DE OPOSIÇÃO À TRANSMISSÃO, DEVEM APRESENTAR-SE NO SEU LOCAL DE TRABALHO HABITUAL!

  • NO CASO DE EXERCEREM O DIREITO DE OPOSIÇÃO, O STAD ALERTA PARA AS POSSIVEIS CONSEQUÊNCIAS NEGATIVAS DESTA OPÇÃO PARA OS TRABALHADORES, SENDO ACONSELHÁVEL QUE CONTACTE PRIMEIRO O STAD PARA QUE SEJA AJUDADO A FAZER A CARTA!

O STAD JÁ SOLICITOU AO MINISTÉRIO DE TRABALHO UMA REUNIÃO

COM CARATER DE URGÊNCIA COM A 2045, A ESEGUR,

O CLIENTE E O PRÓPRIO MINISTÉRIO DO TRABALHO!

O STAD EXIGE QUE, NA MUDANÇA DE EMPRESA NO CLIENTE, SEJAM SALVAGUARDADOS OS DIREITOS DOS TRABALHADORES,

PRINCIPALMENTE A EFETIVIDADE E A ANTIGUIDADE!

COLEGA

A ESEGUR enviou uma carta para o STAD e outra para os trabalhadores informando que vai aplicar a norma da TRANSMISSÃO DE ESTABELECIMENTO (Artº 285 do Código do Trabalho), passando os trabalhadores do cliente, HOSPITAL DA LUZ) a partir do próximo dia 01/06/2021 para a empresa vencedora do concurso, a 2045.

A comunicação feita pela ESEGUR aos trabalhadores, terá que ser feita igualmente pela empresa 2045, para que os trabalhadores tenham a certeza que entre as duas empresas existe acordo!

Caso os trabalhadores (as), não recebam a comunicação por escrito das duas empresas ou não tenham exercido também por escrito o direito de oposição à transmissão, devem obrigatoriamente apresentar-se no seu local de trabalho habitual!

AMIGO E AMIGA

O que é a TRANSMISSÃO DE ESTABELECIMENTO?

É uma norma que existe no Código do Trabalho (art.º 285/286) e que estabelece que, em caso de concurso, os trabalhadores da empresa que perdeu, caso não tenham exercido o direito de oposição à transmissão, passam para a empresa que o ganhou – mas com a garantia de todos os seus direitos, em especial, a efetividade (se a tiver) e a antiguidade!

COMPANHEIRO E COMPANHEIRA

Esta norma determina que as duas empresas (a que termina a prestação de serviços e a que vai iniciar) estão obrigadas a comunicar por escrito aos trabalhadores as condições da mudança e o trabalhador pode recusar a mudança se tiver um prejuízo com a mudança que possa ser considerado um prejuízo sério, tendo que comunicar essa recusa por escrito às duas empresas.

Mas, muita atenção, a recusa da mudança do trabalhador pode trazer complicações, sendo aconselhável que contacte primeiramente o STAD para que seja ajudado a fazer a carta. OU SEJA, NENHUM (A) TRABALHADOR (A) DEVE ESCREVER ESTA CARTA SEM SER AJUDADO PELO STAD!

ESTE É O PRINCIPAL ALERTA QUE O STAD FAZ AOS TRABALHADORES E

ÀS TRABALHADORAS QUE PRETENDAM FAZER A SUA OPOSIÇÃO

À TRANSMISSÃO PARA A EMPRESA QUE GANHOU O CONCURSO!

CAMARADA

O STAD assim que tiver mais informações acerca deste processo, informará imediatamente os trabalhadores (ver o nosso site “ www.stad-pt “ ) Até lá, A LUTA CONTINUA!

COM UNIÃO, ORGANIZAÇÃO E LUTA, NO STAD, DEFENDEREMOS

OS NOSSOS INTERESSES E PROTEGEREMOS OS NOSSO DIREITOS!

A TODOS OS TRABALHADORES DA

LIMPEZA INDUSTRIAL E DA VIGILÂNCIA PRIVADA QUE TRABALHAM NOS HOSPITAIS:

MUITOS TRABALHADORES JÁ FORAM VACINADOS DEVIDO À ACÇÃO DO STAD NA RECOLHA DOS ABAIXOS-ASSINADOS NOS HOSPITAIS!

MAS AINDA FALTA MUITOS TRABALHADORES SEREM VACINADOS - O STAD CONTINUA A EXIGIR A VACINA CONTRA A COVID 19 PARA TODOS!

A LUTA CONTINUA – VENCEREMOS!

CAMARADA E COLEGA

Esta é a posição clara e directa que o STAD tem vindo a tomar!

Temos o direito absoluto à saúde e segurança no trabalho - para estarmos protegidos e exercermos com confiança o nosso trabalho, REIVINDICAMOS SER VACINADOS!

Todos os dias colocamos a nossa saúde e a dos nossos familiares em risco e andamos de transportes públicos – podemos ser um foco de transmissão do vírus, sem o saberemos e sem o querermos!

Todos os trabalhadores da Limpeza Industrial e da Vigilância Privada não são menos que os outros trabalhadores que trabalham nos hospitais - TODOS DEVEMOS SER VACINADOS!

COLEGA E CAMARADA

Por esta razão, o STAD está a realizar esta

CAMPANHA SINDICAL PELA VACINAÇÃO CONTRA O COVID 19 DOS TRABALHADORES DA LIMPEZA INDUSTRIAL E DA VIGILÂNCIA PRIVADA NOS HOSPITAIS!

Esta CAMPANHA DO STAD ESTÁ A SER UM ÊXITO!

Após a informação, esclarecimento, mobilização e assinatura pelos trabalhadores dos abaixo-assinados nos hospitais e, em seguida, a sua entrega às respectivas administrações, os resultados positivos começam a ser conhecidos e o STAD afirma:

JÁ ESTÁ RESOLVIDA EM MUITOS HOSPITAIS, A NÍVEL NACIONAL, A SITUAÇÃO DA VACINAÇÃO – MUITOS TRABALHADORES DOS SECTORES DA LIMPEZA INDUSTRIAL E DA VIGILÂNCIA PRIVADA JÁ FORAM VACINADOS!

No quadro em baixo damos a informação existente até esta data da situação nos hospitais

(já vacinados ou em vacinação ou com a vacinação já agendada)

HOSPITAL DE SANTA MARIA / LISBOA

HOSPITAL DE SANTA MARTA/ LISBOA

HOSPITAL DE SÃO JOSÉ / LISBOA

HOSPITAL DONA ESTEFÂNIA / LISBOA

HOSPITAL PULIDO VALENTE / LISBOA

HOSPITAL EGAS MONIZ / LISBOA

HOSPITAL SANTA CRUZ / LISBOA

HOSPITAL CURRY-CABRAL / LISBOA

HOSPITAL DA UNIVERSIDADE / COIMBRA

HOSPITAL DOS COVÕES / COIMBRA

HOSPITAL PEDIÁTRICO / COIMBRA

HOSPITAL SÃO JOÃO / PORTO

HOSPITAL STº ANTONIO / PORTO

MATERNIDADE JÚLIO DINIZ / PORTO

HOSPITAL DE PENAFIEL / PORTO

HOSPITAL DE AMARANTE / PORTO

HOSPITAL DE AVEIRO / PORTO

IPO / PORTO

HOSPITAL DE GUIMARÃES / PORTO

HOSPITAL DE GAIA / PORTO

MATERNIDADE BISSAY-BARRETO /COIMBRA

HOSPITAL DA PERLADA /

COLEGA E CAMARADA

Estes são alguns dos exemplos positivos que, com o nosso trabalho sindical de organização, de informação, de mobilização e de persistência, conseguimos bons resultados.

VAMOS CONTINUAR COM A CAMPANHA E O ABAIXO-ASSINADO ENQUANTO NÃO ESTIVERMOS TODOS VACINADOS - REIVINDICAMOS AO MINISTÉRIO DA SAUDE QUE NÓS, TRABALHADORES DA LIMPEZA INDUSTRIAL E DA SEGURANÇA PRIVADA, TEMOS QUE SER PRIORITÁRIOS NA VACINAÇÃO!

UNIDOS, ORGANIZADOS E EM LUTA, NO STAD, VENCEREMOS!

VALE A PENA LUTAR – A LUTA COMPENSA!!

O STAD SAÚDA TODOS OS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DO SUCH/TALENTER NOS HOSPITAIS ALMADA (GARCIA DE ORTA) – COIMBRA (UNIVERSIDADE / COVÕES / PEDIÁTRICO / MATERNIDADE DANIEL DE MATOS / INSTITUTO MATERNAL BISSAYA BARRETO) – VISEU (CENTRO HOSPITAR VISEU / TONDELA) QUE ESTIVERAM EM GREVE NO DIA 3.MAIO E QUE PARTICIPARAM NA GRANDIOSA CONCENTRAÇÃO NO MINISTÉRIO SAÚDE!!!

CAMARADA
A nossa greve de dia 3.Maio teve uma grande adesão e houve uma forte participação na concentração que se realizou frente ao Ministério da Saúde, na qual os trabalhadores e trabalhadoras demonstraram que estão prontos a lutar contra a actuação das empresas SUCH/TALENTER e contra os roubos que estão a fazer no valor do subsídio de alimentação.
AS TRABALHADORAS DE LIMPEZA HOSPITALAR TAMBÉM TÊM ESTADO NA PRIMEIRA LINHA DO COMBATE À PANDEMIA!
JAMAIS ACEITAM PERDER RENDIMENTOS E QUE SEJAM PRESSIONADAS PELO TRABALHO PRECÁRIO - NÃO, NÃO e NÃO!!!
A LUTA CONTINUA – VENCEREMOS!

LER SAUDAÇÃO AOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DO SUCH/TALENTER

SUCH TALENTER

 

A TODOS OS(AS) TRABALHADORES(AS) VIGILANTES DA EMPRESA

KFORCEK

Resultado das reuniões realizadas no Ministério do Trabalho entre o STAD e a KFORCEK em Março e Abril de 2021:

A KFORCEK NÃO SE COMPROMETEU EM ATUALIZAR OS SALÁRIOS DOS TRABALHADORES!

É UMA POSIÇÃO INJUSTA, IMORAL E INACEITAVEL!!!

A LUTA CONTINUA – VENCEREMOS!

AMIGO E AMIGA

No seguimento da informação transmitida pelo STAD (comunicado nº.9/2021 - 15.Fevereiro.2021), sobre a actuação da KFORCEK, empresa que foi subcontratada pela COMANSEGUR para assegurar a prestação de serviços de vigilância privada nos hospitais de Lagos e Portimão, o STAD reuniu com a KFORCEK no Ministério Trabalho em Março e Abril de 2021.

COLEGA E CAMARADA

Conforme te recordas, o STAD, no comunicado nº.9/2021 de 15.Fevereiro.2021, denunciou a KFORCEK pela prática de Dumping Social!

Efectivamente, o salário pago actualmente pela KFORCEK aos trabalhadores é de 765.57 €uros e deveria continuar a ser de 796.19 €uros, como a anterior empresa de prestação de serviços de vigilância privada, a SECURITAS, lhes pagou no mês de Julho.2020 – e que a KFORCEK, reduziu para os 765.57 €uros (menos 30.62€uros /mensais) quando começou a prestar serviços a partir de Agosto.2020!!!

Ou seja, a KFORCEK ao reduzir o salário mensal não só prejudica seriamente os trabalhadores como também retira vantagens nos concursos com as empresas concorrentes!

Nas reuniões realizadas no Ministério do Trabalho, a KFORCEK afirmou que legalmente não tem o dever de actualizar os salários dos trabalhadores!!

O que está em causa é a continuação do pagamento do valor de salário (796.19 €) que já estava a ser feito aos trabalhadores pela SECURITAS e não qualquer aumento – é isto que é inaceitável!!!

O STAD rebate esta posição da KFORCEK e continua a exigir que seja reposto o salário que os trabalhadores recebiam na SECURITAS!

AMIGO E AMIGA

Nas reuniões no Ministério Trabalho, a KFORCEK fêz ainda uma outra afirmação espantosa - a KFORCEK diz não ter conhecimento da existência de sindicalizados na empresa e, como tal, não tem a obrigação de actualizar os salários!

Esta afirmação só por si leva a que os trabalhadores que ainda não são sindicalizados, pensem bem o quanto perdem em não se sindicalizarem no STAD!

POR ISTO, OS TRABALHADORES DEVEM-SE SINDICALIZAR NO STAD!

ESTAR SINDICALIZADO GARANTE QUE OS NOSSO DIREITOS SERÃO DEFENDIDOS E OS NOSSOS INTERESSE SERÃO PROTEGIDOS!

Mas ATENÇÃO – o que está em causa não é a actualização mas sim a devolução do que foi retirado!

CAMARADA E COLEGA

Independentemente da empresa ter ou não ter conhecimento da inexistência de sindicalizados, argumento utilizado pela KFORCEK para não atualizar os salários pagos atualmente (765.57 euros) para (796.19 euros),

É INJUSTO E IMORAL QUE OS TRABALHADORES DA KFORCEK ESTEJAM A GANHAR MENOS 30.62 EUROS POR MÊS! É INACEITÁVEL QUE TENHA SIDO RETIRADO AOS TRABALHADORES 30.62€UROS MENSALMENTE!! NESTE MOMENTO, CONTANDO COM O CORRENTE MÊS DE ABRIL, CADA TRABALHADOR JÁ TEM 306.20€UROS A RECEBER DE RETROACTIVOS (NOVE MESES DE SALÁRIO MAIS O SUBSÍDIO NATAL X 30.62€/MÊS)!!!

COMPANHEIRO E COMPANHEIRA

Perante estas posições assumidas pela KFORCEK, o STAD tomará as posições que melhor defendam os interesses da classe trabalhadora!

O STAD vai fazer tudo o que for possível, sindical e juridicamente, para que os trabalhadores tenham os seus direitos e salários, ou seja, para que a LEI e o CCT sejam cumpridos!!!

JAMAIS ACEITAREMOS QUE UMA EMPRESA, SEJA ELA QUAL FOR, CHAME-SE KFORCEK OU OUTRO NOME QUALQUER, REDUZA SALÁRIOS AOS TRABALHADORES!!!

CAMARADA E COLEGA

O STAD já actuou e denunciou esta situação, concretamente:

O STAD JÁ REUNIU COM O DSP DA PSP, PARA LHE DENUNCIAR A SITUAÇÃO EXISTENTE NOS HOSPITAIS DE PORTIMÃO E LAGOS – O DSP DA PSP JÁ ESTÁ A ESTUDAR A SITUAÇÃO!

Mas, não só!

O STAD TAMBÉM JÁ SOLICITOU AO MINISTÉRIO DA SAÚDE UMA REUNIÃO URGENTE PARA LHE EXPOR E DENUNCIAR ESTA SITUAÇÃO E AGUARDA O AGENDAMENTO DESSA REUNIÃO!

Alem, destas iniciativas, o STAD vai realizar outras acções a outras entidades porque:

O STAD EXIGE DO GOVERNO E DAS ENTIDADES INSPETIVAS E DE FISCALIZAÇÃO ACÇÕES QUE PROMOVAM O TRABALHO DIGNO E UMA CONCORRÊNCIA LEAL NO SECTOR!!!

AMIGO(A) E COMPANHEIRO(A)

Não podemos aceitar que nos reduzam o salário – jamais aceitaremos que, com manobras manhosas, existam empresas que ganhem concursos à custa dos nossos direitos e salários!

Neste combate sem tréguas pelos nossos direitos, utilizaremos todas as formas de luta – denuncias, inspecções, fiscalizações, reuniões, acções em Tribunal, greves, manifestações e concentrações!

Utilizaremos todas aquelas formas de luta que a Constituição da República permite que sejam utilizadas!

CONTRA AS INJUSTIÇAS – PELA LEGALIDADE!

A LUTA CONTINUA – VENCEREMOS!

STAD – O SINDICATO DOS(AS) TRABALHADORES(AS)

DO SECTOR DA VIGILÂNCIA PRIVADA – SINDICALIZA-TE!

A TODOS OS TRABALHADORES (AS) VIGILANTES DA RONSEGUR NO CLIENTE APDL/PORTO DE LEIXÕES

CONVOCA-SE

UM PLENÁRIO DE TRABALHADORES

LOCAL: STAD – Delegação Regional do Porto

Largo da Ramada Alta, 140, 4050-491 Porto

DIA: 10/05/2021, 2ª Feira / HORA: 1OH00/12H00 – 17H00/19H00

COLEGA E CAMARADA,

O STAD CONVOCA UM PLENÁRIO DE TRABALHADORES PARA SE DAREM INFORMAÇÕES E ESCLARECIMENTOS SOBRE VÁRIAS MATÉRIAS LABORAIS RELACIONADAS COM A TUA EMPRESA.

A TUA PRESENÇA E A TUA OPINIÃO SÃO DE GRANDE IMPORTÂNCIA, POR ISSO,

ORGANIZA A TUA VIDA DE FORMA A ESTARES

PRESENTE NESTE PLENÁRIO!

AMIGO E AMIGA

TODOS AO PLENÁRIO DIA 10.05.2021

COM UNIÃO, ORGANIZAÇÃO E LUTA, NO STAD, DEFENDEREMOS

OS NOSSOS INTERESSES E PROTEGEREMOS OS NOSSOS DIREITOS!

STAD, O SINDICATO DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DA VIGILÂNCIA PRIVADA, O TEU SINDICATO – SINDICALIZA-TE!

Sede Lisboa

© 2018 STAD - Sindicato dos Trabalhadores de Serviços de Portaria, Vigilância, Limpeza, Domésticas e Actividades Diversas