SINDICATO DOS TRABALHADORES DE SERVIÇOS DE PORTARIA, VIGILÂNCIA, LIMPEZA, DOMÉSTICAS E ACTIVIDADES DIVERSAS

Dia Internacional da Justiça Social para os Trabalhadores e Trabalhadoras da Limpeza Industrial e da Vigilância Privada

Por aumentos justos de salários que ultrapassem a inflação:

Convocados a nível mundial pela UNI Global, trabalhadores da limpeza industrial e da vigilância privada protestam quarta-feira, também em Portugal, nas cidades de Lisboa e Porto

Os trabalhadores e as trabalhadoras da limpeza industrial e da vigilância privada fizeram , 15 de Junho, concentrações de protesto em Lisboa, junto à estação do Rossio, e no Porto, junto à estação de S. Bento.

Os trabalhadores de limpeza industrial, com salários muito baixos, geralmente ao nível do salário mínimo, estão a sofrer violentamente a subida do preço dos bens básicos para a sua sobrevivência e a das suas famílias. Os trabalhadores da vigilância privada, cujo salário médio ultrapassa pouco mais de 800 euros mensais, têm exactamente os mesmos problemas. Nas concentrações, os trabalhadores exigiram aumentos justos de salários que ultrapassem a inflação.

O STAD marcou este protesto para 15 de Junho por por se tratar do Dia Internacional da Justiça Social para os Trabalhadores e Trabalhadoras da Limpeza Industrial e da Vigilância Privada, que assinala uma grande greve que as trabalhadoras de Limpeza Industrial dos Estados Unidos fizeram, em 1970, pelos seus direitos, os seus salários e o seu Contrato Colectivo de Trabalho. A comemoração deste dia é promovida e organizada pela UNI Global Union, a federação sindical internacional em que o STAD é filiado.

 

Porto, estação de S. Bento.
porto

 

 Lisboa, estação do Rossio
Dia Internacional da Justiça Social para os Trabalhadores e Trabalhadoras da Limpeza Industrial e da Vigilância Privada

 

Sede Lisboa

© 2018 STAD - Sindicato dos Trabalhadores de Serviços de Portaria, Vigilância, Limpeza, Domésticas e Actividades Diversas