SINDICATO DOS TRABALHADORES DE SERVIÇOS DE PORTARIA, VIGILÂNCIA, LIMPEZA, DOMÉSTICAS E ACTIVIDADES DIVERSAS

O STAD condena frontalmente a invasão da Ucrânia pela Rússia

O STAD TRANSMITE TODA A SUA SOLIDARIEDADE AO POVO E AOS TRABALHADORES UCRANIANOS E DEFENDE QUE SE ENCONTREM SOLUÇÕES IMEDIATAS PARA A PAZ!

No dia 24 de Fevereiro, a Rússia invadiu a Ucrânia, um Estado Independente e Soberano.

Esta acção da Rússia é totalmente condenável quer no plano dos princípios, pois viola a Carta das Nações Unidas, quer no plano humanitário, porque provoca dramas humanos imensos.

Por muito importantes que sejam as razões que a Rússia apresenta para esta acção, elas não justificam, de forma nenhuma, este acto agressor e violento da Rússia, que pretende impor a lei do mais forte perante o mais fraco!

Por estas razões, esta agressão russa à Ucrânia é inaceitável e deve ser frontalmente condenada!

O STAD, fiel aos seus princípios de SOLIDARIEDADE INTERNACIONAL, é totalmente solidário com o Povo e os trabalhadores ucranianos e defende um processo imediato de PAZ na Ucrânia, sob a égide das Nações Unidas, com um cessar-fogo e a retirada imediata das forças russas da Ucrânia.

  • PAZ SIM – GUERRA NÃO!

  • RÚSSIA – RETIRADA IMEDIATA DA UCRÂNIA!

  • TODA A SOLIDARIEDADE AO POVO E AOS TRABALHADORES UCRANIANOS!

  • PAZ IMEDIATA ATRAVÉS DAS NAÇÕES UNIDAS!

paz

Sede Lisboa

© 2018 STAD - Sindicato dos Trabalhadores de Serviços de Portaria, Vigilância, Limpeza, Domésticas e Actividades Diversas