SINDICATO DOS TRABALHADORES DE SERVIÇOS DE PORTARIA, VIGILÂNCIA, LIMPEZA, DOMÉSTICAS E ACTIVIDADES DIVERSAS

Aos trabalhadores e trabalhadoras vigilantes da Securitas no cliente Porto de Aveiro

A Securitas sai e entra a 2045

De acordo com a norma da “transmissão de estabelecimento previsto Código do Trabalho, os trabalhadores devem passar para a 2045 com todos os seu direitos, Podendo, porém, exercer o direito de oposição à transmissão - mas muita atenção às possíveis consequências negativas!

Aguarda-se a divulgação da data do início da transmissão de estabelecimento, até lá, STAD alerta:

  • nenhum trabalhador(a) deve assinar qualquer documento sem se Informar primeiro com o STAD.
  • caso os trabalhadores, não recebam uma comunicação oficial das Duas empresas, ou não tenham exercido por escrito o direito de Oposição à transmissão, devem apresentar-se no seu local de Trabalho habitual.
  • no caso de exercerem o direito de oposição, o STAD alerta para as possíveis consequências negativas desta opção para os trabalhadores, sendo aconselhável que contacte primeiro o STAD para que seja ajudado a fazer a carta!

O STAD já solicitou ao Ministério de Trabalho uma reunião com caráter de urgência com a Securitas, a 2045, o cliente e o próprio Ministério do Trabalho!

O STAD exige que, na mudança de empresa no cliente, sejam salvaguardados os direitos dos trabalhadores

Ler Comunicado do STAD a todos os trabalhadores e trabalhadoras vigilantes da Securitas no cliente Porto de Aveiro

Porto de Aveiro Securitas 2045

 

Sede Lisboa

© 2018 STAD - Sindicato dos Trabalhadores de Serviços de Portaria, Vigilância, Limpeza, Domésticas e Actividades Diversas