SINDICATO DOS TRABALHADORES DE SERVIÇOS DE PORTARIA, VIGILÂNCIA, LIMPEZA, DOMÉSTICAS E ACTIVIDADES DIVERSAS

No seguimento do pré-aviso de greve do STAD para o próximo dia 7 de Março, a STRONG CHARON tomou a iniciativa e solicitou ao STAD uma reunião a realizar com carácter de urgência. Esta reunião realizou-se na passada sexta-feira, dia 22.2.2019.

Para conheceres em pormenor as matérias tratadas na reunião já realizada e nas reuniões que se vão realizar nos próximos dia 26 e 27 de Fevereiro entre o STAD e a STRONG CHARON e as posições assumidas pelas partes e tomarmos as decisões que melhor defendam os nossos interesses, comparece ao plenário que se vai realizar na tua região. A tua participação no plenário é importante.

STAD SEDE NACIONAL – LISBOA

DIA - 6/3/2019 (4ªFeira)

HORA – 10H00/12H00 – 16H00/18H00

LOCALRua de S. Paulo, Nº. 12,1º. Cais Sodré

STAD – DEL. REGIONAL DO PORTO

DIA - 4/3/2019 (2ª Feira)

HORA – DAS 15H30 às 17H00

LOCALPraça Carlos Alberto, 123 – 3º - Porto  

LER COMUNICADO AOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS VIGILANTES DA STRONG CHARON

CHARON DSC08503

 

A Provise continua a não cumprir com as suas obrigações legais. Reiteradamente, viola o Contrato Colectivo de Trabalho do Sector.  A Provise é uma empresa fora da lei. Os trabalhadores exigem respeito e o pagamento dos salários no último dia útil de cada mês.

Mas a violação da Lei e do CCT pela PROVISE não fica por aqui – concretamente, na PROVISE:

(I)           O subsidio de alimentação é pago ainda mais tarde que o salário;

(II)          Os subsídios de Férias e de Natal são pagos em duodécimos;

(III)        O trabalho suplementar é pago de forma irregular;

(IV)        Existem Horários de trabalho de 12 horas sem o consentimento do trabalhador, etc.!

LER COMUNICADO AOS TRABALHADORES(AS) VIGILANTES DA EMPRESA DE VIGILÂNCIA PRIVADA PROVISE  NAS REGIÕES AUTÓNOMAS DOS AÇORES E DA MADEIRA 

frame VILIGANCIA GERAL 03

Na próxima segunda e terça - feira, dias 25 e 26 de Fevereiro de 2019, as instalações do Hospital do Barreiro não serão limpas - os trabalhadores e trabalhadoras de limpeza da empresa EULEN, cansados e fartos que a empresa não reconheça e não valorize o seu trabalho, reivindicam o aumento de salário para um valor mais que justo, de €650 no mínimo, exigem o cumprimento o Acordo de Condições Específicas do Local de Trabalho e o cumprimento do CCT/STAD, no que diz respeito à actualização do subsídio de alimentação, subsídio de transporte e de risco que não são actualizados há vários anos, o pagamento dos feriados a 100% e a concessão do respectivo descanso compensatório também a 100%, o pagamento de 16% relativo ao trabalho prestado em domingos e instalações adequadas para tomarem as suas refeições e se vestirem, estarão em greve 48 horas pelo cumprimento da legislação aplicável!
Esta greve envolve cerca de 80 trabalhadores que laboram no Hospital do Barreiro.

LER NOTA AOS ORGÃOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL

HOSPITAL BARREIRO LIMPEZA 54

A partir de 1 de janeiro de 2019 entrou em vigor o Salário Minimo da Região Autónoma dos Açores de 630 euros.
Este é o nosso salário base a partir de Janeiro (para um horário de 40H) – mas é muito pouco.
Nós, trabalhadores e trabalhadoras de Limpeza Industrial exigimos aos patrões 650 euros mensais, no minimo, e o nosso Contrato Colectivo de Trabalho (CCT).

LER O "VENCEREMOS!" -  BOLETIM DO SECTOR DAS LIMPEZAS INDUSTRIAIS (AÇORES)

limpeza geral bandeiras luvas

2 DIAS DE GREVE
25 e 26 de Fevereiro, segunda e terça-feira

CONCENTRAÇÃO À ENTRADA DO HOSPITAL
25 de Fevereiro - das 9:00h ás 12:00h

Objectivos da nossa luta:

Porque a Eulen continua a não cumprir:

  • com o acordo de condições especificas do local de trabalho (aumento dos subsídios de transportes e de alimentação)!
  • com o pagamento do trabalho em feriados (cláusula 27ª do CCT/STAD em vigor)!
  • com o CCT/STAD e com os direitos dos trabalhadores!

Exigimos que a Eulen respeite a lei e o CCT/STAD!

LER COMUNICADO ÀS TRABALHADORAS E TRABALHADORES DE LIMPEZA DA EMPRESA EULEN NO HOSPITAL DO BARREIRO

HOSPITAL BARREIRO LIMPEZA O89

Os trabalhadores vigilantes da empresa Strong Charon estarão em greve no dia 7 de Março e farão  greve ao trabalho extraordinário desde esse dia até ao fim de Abril. No dia 7 de Março realizam ainda concentrações de protesto, junto a instalações da empresa em Lisboa (das 10:30 e às 13:00 horas, na Rua da Garagem, 10 / Carnaxide) e no Porto (das 15:30 às 17:00 horas, na Rua das Cardosas 1495 – São Pedro Fins / Maia)

Os trabalhadores vigilantes da empresa Strong Charon  exigem que a empresa honre os compromissos assinados, nomeadamente no que diz respeito a:

(I) Processamento de Salários;
(II) Horários de Trabalho;
(III) Escalas;
(IV) Recibos/Discrição;
(V) Pagamento do Trabalho Extraordinário.

COMUNICADO AOS TRABALHADORES VIGILANTES DA STRONG CHARON

N 18 Strong Charon Nacional Greve Concentracao Marco 2019 900
STRONG CHARON00b9

© 2018 STAD - Sindicato dos Trabalhadores de Serviços de Portaria, Vigilância, Limpeza, Domésticas e Actividades Diversas