SINDICATO DOS TRABALHADORES DE SERVIÇOS DE PORTARIA, VIGILÂNCIA, LIMPEZA, DOMÉSTICAS E ACTIVIDADES DIVERSAS

Convoca-se um plenário de trabalhadores (descentralizado) para se darem informações pormenorizadas sobre as conclusões da reunião realizada entre o STAD e a Strong Charon no passado mês de outubro.

LISBOA

  • DIA: 13/12/2018 – Quinta-Feira
  • HORA: 10H00/12H00 – 16H00/18H00
  • •LOCAL: Sede do STAD – Lisboa - Rua de São Paulo, Nº. 12, 1º. Cais Sodré

PORTO

  • DIA: 12/12/2018 – Quarta-Feira
  • HORA: 10H00/12H00 – 16H00/18H00
  • LOCAL: Delegação Regional STAD/Porto - Praça Carlos Alberto, 123 – 3º

LER COMUNICADO AOS TRABALHADORES

STRONG CHARON00b9

Confirmou-se - o nosso CCT da vigilância privada foi assinado na sexta-feira, dia 30 de Novembro.

Na próxima segunda-feira, dia 3 de Dezembro, o texto do cct será entregue no Ministério do Trabalho.

Nos próximos dias o STAD editará um boletim “O Vigilante” com uma informação mais detalhada.

Neste momento, em que se encerrou este processo extremamente complexo, a Direcção Nacional saúda todos os trabalhadores e trabalhadores Pelo resultado globalmente positivo alcançado que, mais uma vez, demonstra que
A união faz a força! - Venceremos

cct SDC15955

Fotografia dos membros da P.O.S. tirada no final da reunião de hoje

O “Acordo de Princípios” foi totalmente concretizado num texto final de revisão do nosso CCT – a matéria mais difícil, a “transmissão de estabelecimento” (cl.14ª.) foi redigida de forma a defender os interesses dos trabalhadores!

A assinatura do CCT está agendada para dia 30 e a sua entrega no ministério trabalho para o dia 3 de Dezembro!

Porém, nesta reunião, a AESIRF denunciou (rejeitou) o “Acordo de Princípios”, abandonou as negociações e não vai assinar o CCT – alerta para o futuro!

LER O VIGILANTE - BOLETIM DO STAD PARA OS TRABALHADORES DO SECTOR DA VIGILÂNCIA PRIVADAVIGILANTES GERAL manif056

 

 

 

Como foi noticiado pelo STAD, realizou-se no dia 16 de Novembro a reunião de negociações com as associações patronais para se procurar concretizar o texto final da revisão do CCT Vigilância Privada. O “Acordo de Princípios” foi concretizado na sua plenitude, excepto em duas matérias que vão continuar a ser discutidas na próxima reunião, a realizar no dia 22 de Novembro.

LER O VIGILANTE - BOLETIM DO STAD PARA OS TRABALHADORES DO SECTOR DA VIGILÂNCIA PRIVADA

frame VILIGANCIA GERAL 03

Começou a concretizar-se a aplicação do “Acordo de Princípios” da revisão do nosso CCT.

 Conforme o STAD noticiou, realizou-se ontem, 5 de Novembro, mais uma reunião de negociações com o patronato. Esta reunião teve o objectivo de dar concretização ao estabelecido no “Acordo de Princípios” (A.P.) que, democraticamente, foi aprovado pela Classe Trabalhadora.

Porém, o STAD informa a Classe Trabalhadora que o patronato colocou algumas questões – a que o STAD (e a P.O.S.) deu a resposta devida!

LER O VIGILANTE - BOLETIM DO STAD PARA OS TRABALHADORES DO SECTOR DA VIGILÂNCIA PRIVADA

VIGILANCIA MANIFESTACAO

Com a participação activa de centenas de trabalhadores, o Plenário Nacional de Trabalhadores aprovou,  com 75,8% de “sims”, o “Acordo de Princípios”.

Venceu a democracia sindical! O STAD saúda todos os/as trabalhadores/as que participaram no PNT e afirma que, a luta continua – venceremos!

Após esta decisão democrática, o STAD vai reunir com o patronato para concluir o processo negocial.

A próxima reunião já foi agendada para o próximo dia 5 de novembro.

LER O VIGILANTE - BOLETIM DO STAD PARA OS TRABALHADORES DO SECTOR DA VIGILÂNCIA PRIVADA

 frame VILIGANCIA GERAL 04

 

A todos os trabalhadores e trabalhadoras vigilantes de transportes de valores e operadores de valores das empresas ESEGUR, PROSEGUR, LOOMIS, GRUPO 8. Uma proposta de alteração da lei da segurança privada pode colocar em sério risco o nosso emprego.

O Governo aprovou em Conselho de Ministros e apresentou na Assembleia da Republica uma proposta de alteração da Lei de Segurança Privada – LSP (a lei que regula o nosso sector) que, entre várias alterações, prevê uma alteração que, a ser aprovada, mudará profundamente a realidade económica dos “Transportes e Operadores de Valores” e, como consequência, poderá colocar em sérios riscos o nosso emprego.

Todos aos plenários para conhecer em pormenor a situação e decidirmos o que temos que fazer para defendermos o futuro do nosso emprego!

LER COMUNICADO AOS TRABALHADORES

 

TVA

© 2018 STAD - Sindicato dos Trabalhadores de Serviços de Portaria, Vigilância, Limpeza, Domésticas e Actividades Diversas